fbpx

A Blocktime Coworking está dividida em duas unidades, Coworking Heroes, voltada ao público da economia colaborativa e a Coworking Saúde e Bem-Estar, para os profissionais da área.

Coworking Heroes:
Rua Galeno de Almeida, 188 – São Paulo

Contato:
coworking@blocktime.com.br
+55 11 3055-3400

Nossa sede está a 150 metros do Metrô Sumaré.

Coworking Saúde e Bem-Estar:
Rua Artur de Azevedo, 289 – São Paulo

Contato:
contato@blocktime.com.br
+55 11 3062-5824

Próximo a estação de Metrô Oscar Freire.

Você é um Nômade Digital? Entenda tudo e saiba quais os benefícios desse estilo de vida

Imagem mostra homem trabalhando sozinho

Você é um Nômade Digital? Entenda tudo e saiba quais os benefícios desse estilo de vida

Um nômade digital pode trabalhar em qualquer lugar do mundo, desde que tenha um computador e, claro, um bom sinal de internet

 Para algumas pessoas, já não faz mais tanto sentido assim pensar nas relações de trabalho convencionais. Sair de casa, se deslocar até a empresa e cumprir uma jornada diária de 8 horas não é mais uma atividade obrigatória.

Existem funções que podem ser desempenhadas com qualidade, mesmo se o profissional não estiver na empresa. É desse contexto que surgem os chamados nômades digitais. 

Você sabe o que é um nômade digital? Entenda melhor o que esse termo significa e quais são as principais características desse tipo de atuação que envolve estilo de vida e atuação profissional. 

Imagem mostra pessoas trabalhando

O que é um nômade digital?

Se você se lembra da época em que começou a estudar história na educação básica, já sabe o que significa nômade, não é? Em linhas gerais, o termo diz respeito às pessoas que não possuem residência fixa.

Em relação ao contexto corporativo, nômade digital é nome do profissional que trabalha remotamente. Isso significa que ele não precisa estar presente em um local fixo para desempenhar suas atividades.

Que profissionais podem ser nômades digitais?

Não existe uma lista específica de profissões que permitem o trabalho como nômade digital. Você pode ser um professor que ministra aulas online ou vende e-books da sua disciplina, por exemplo.

O mesmo vale para doceiros, que compartilham suas receitas na internet. Redatores, produtores de conteúdo, designers, editores, entre uma série de profissionais podem se adaptar a esse universo. É só usar a criatividade que você consegue uma fonte de renda.

Como é o estilo de vida do nômade digital?

É importante esclarecer que o nômade digital não leva uma vida de viagem e diversão enquanto  trabalha na praia ou no topo de uma montanha. Até porque, nesses lugares, a probabilidade de não ter uma tomada e sinal de internet é grande. 

Sem contar no contato do notebook com a areia ou com a água. Para que as condições de trabalho sejam favoráveis ao nômade digital, é preciso o mínimo de infraestrutura. Normalmente, os profissionais buscam por espaços de cafés, bibliotecas e coworkings para executar suas atividades com conforto e tranquilidade. No tempo livre, a tendência é seguir viagem até encontrar um destino favorável para executar o trabalho.

Então, se você ver uma foto de alguém no meio da floresta, com o computador no colo, não pense que essa pessoa passou horas ali. Ela pode até ter ficado um tempinho, enquanto durou a bateria e fazendo alguma atividade off-line. 

Imagem mostra menina trabalhando em escritório

Benefícios de trabalhar como nômade digital

Todo tipo de atuação profissional conta com uma série de vantagens. As que permeiam esse universo relacionado ao que é um nômade digital são as seguintes:

Localização flexível: Não importa onde você esteja, seu trabalho vai existir do mesmo jeito, independente se for em uma comunidade do Nepal ou no centro de Nova York. Desde que tenha internet, sempre!

Programação personalizada: Você determina a quantidade de horas e o melhor período em que deseja trabalhar. Essa flexibilidade é ótima para quem produz melhor pela noite, por exemplo. 

Custo do trabalho: Com foco, organização e qualidade na entrega, você poderá ir estipulando o preço do seu trabalho de forma que fique confortável para você e seus clientes.

Networking: O bom de não estabelecer local de trabalho fixo é poder conhecer pessoas no mundo todo. Melhor ainda é encontrar nessa rede de contatos a possibilidade de ampliar seus conhecimentos e, claro, conquistar mais parcerias.

Desafios enfrentados por nômades digitais

No meio do caminho, podem surgir alguns desafios que, com criatividade e estratégia, podem ser superados. São eles:

Trabalho intenso: Você precisa desconstruir essa ideia de que o nômade digital trabalha sorrindo e tomando um drink de frente para o mar. Isso se chama férias. Você vai ter que trabalhar horas se quiser se destacar no mercado.

Trabalho autônomo: A maioria dos nômades digitais é freelancer. Isso significa que você deve se organizar bastante se quiser tirar uns dias de férias. Mais do que isso: é preciso investir em uma fonte de renda para situações de emergência.

Oscilação de contratos: São poucos os nômades digitais que possuem contratos fixos e renda garantida. Por isso, você deve prever que alguns meses serão de lucro, enquanto outros vão ser marcados pelas famosas vacas magras. 

Como se tornar um nômade digital?

Se você chegou até aqui, deve ser porque está pensando em dar um novo sentido para sua vida profissional e pessoal. É por essa razão que você precisa saber as maravilhas e desventuras desse contexto que envolve mudança no estilo de vida. 

Para se tornar um nômade digital, é importante pesquisar, estudar o mercado onde você atuará e acompanhar o trabalho de quem vive dessa forma. Além disso, avalie os motivos que te levaram a tomar essa decisão.

É por conta do trânsito, descontentamento com o trabalho convencional, vontade de conhecer o mundo, busca por independência? Antes de partir para valer para esse novo formato, é legal passar por um período de experiência.

Comece aos poucos, em cidades próximas da sua. Assim que você for conquistando clientes, vá cada vez mais longe, até conseguir ir para outro país. Lembre-se de que o mínimo estabilidade e suporte é fundamental. 

Como se manter nesse conceito de nômade digital?

Mais do que iniciar, é importante consolidar seu novo estilo de vida. No início, vai ser um pouco difícil conciliar trabalho e lazer, mas isso não significa que vai ser sempre assim.

Assim que você pegar o jeito, vai entender como funciona sua produtividade e saber estabelecer um momento para cada atividade. O importante é criar metas claras em relação à sua renda, quantidade de clientes atendidos e qualidade do trabalho.

Não é só porque você vai viver no mundo que não é necessário marcar reuniões com clientes ou, dependendo do seu trabalho, se reunir com membros da sua equipe. Tudo deve ser levado em consideração para que você sempre passe uma boa impressão.

Nesse caso, se for preciso agendar reuniões por videoconferência, você precisa priorizar uma internet de qualidade e um ambiente tranquilo para que não haja ruídos na comunicação. 

Outra excelente forma de você mostrar comprometimento é, sempre que possível, desfrutar de espaços de coworking para promover reuniões e, claro, realizar suas tarefas do dia.  Essas medidas farão toda diferença, principalmente se seu objetivo for fechar novos negócios.

Agora que você já sabe o que é um nômade digital e quais são os principais fatores que determinam essa forma de se relacionar com o trabalho, é hora de partir para as ações. 

Comece pela elaboração de um bom planejamento e roteiro. Não se esqueça de compartilhar sua trajetória para que outras pessoas se inspirem em você.


João Marcos Guirau

Graduado em Arquitetura e Urbanismo pelo SENAC SP, é fundador da Blocktime Coworking e sócio do grupo Blocktime, referência em operação e otimização de escritórios. Entusiasta da economia compartilhada, participa ativamente de grupos relacionados ao tema e adquiriu conhecimento e expertise em arquitetura e design para coworkings, sendo responsável pela gestão operacional dos espaços. Atua, desde 2015 como organizador do Encontro Coworking Brasil e apoiador de muitas das iniciativas relacionadas a este universo, está sempre buscando mais conhecimento sobre novas formas de trabalho, participando frequentemente de conferências internacionais sobre o tema.