fbpx

A Blocktime Coworking está dividida em duas unidades, Coworking Heroes, voltada ao público da economia colaborativa e a Coworking Saúde e Bem-Estar, para os profissionais da área.

Coworking Heroes:
Rua Galeno de Almeida, 188 – São Paulo

Contato:
coworking@blocktime.com.br
+55 11 3055-3400

Nossa sede está a 150 metros do Metrô Sumaré.

Coworking Saúde e Bem-Estar:
Rua Artur de Azevedo, 289 – São Paulo

Contato:
contato@blocktime.com.br
+55 11 3062-5824

Próximo a estação de Metrô Oscar Freire.

Técnica pomodoro: descubra como organizar o tempo e aumentar a produtividade

Imagem mostra pessoa mostrando caderno com planejamento de organização e metas futuras

Técnica pomodoro: descubra como organizar o tempo e aumentar a produtividade

Essa estratégia vai te ajudar a manter o foco em uma tarefa e otimizar melhor o tempo dedicado a cada atividade

Diariamente, a gente tem que lidar com uma série de informações e atividades relacionadas ao trabalho, estudos e vida social. São tantos assuntos para resolver que, dependendo da situação, dá aquela vontade de procrastinar. E o que isso tem a ver com a técnica pomodoro?

Imagem de uma pessoa escrevendo em um caderno

O problema é que aquela enrolada dada no trabalho, nos estudos ou na organização da casa pode virar um bicho de sete cabeças. Claro que ninguém precisa obter desempenho máximo o tempo todo, mas isso não significa que você tem que chutar o balde.

Para aqueles dias em que o cansaço ou a falta de concentração pesarem mais, talvez seja legal recorrer a alguns métodos para melhorar a produtividade. Um deles diz respeito à técnica pomodoro. Entenda do que ela se trata.

O que é técnica pomodoro?

A técnica pomodoro consiste na divisão da tarefa em pequenos blocos, alternando com breves intervalos. Ela tem esse nome porque seu criador, o italiano Francesco Cirillo, tinha um timer no formato de um tomate (pomodoro em italiano).

O objeto girava durante 25 minutos. Ao final desse prazo, ele emitia um barulho que sinalizava que o tempo estabelecido havia terminado. Durante esse período, Cirillo se concentrava nas suas tarefas e ficava 100% focado.

Os resultados satisfatórios identificados pelo italiano o levaram a divulgar a técnica pomodoro. Em 1992, ele passou a realizar palestras para explicar os benefícios desse método de concentração.

Como funciona?

A técnica pomodoro tem como principal objetivo fazer com que a gente foque no que está fazendo e evite distrações externas por um período determinado. As pausas desempenham um papel fundamental nesse método.

Isso se justifica pelo fato de que nossa agilidade mental e produtividade tendem a aumentar quando fazemos pequenas pausas. Lembre-se de que o sucesso dessa técnica depende do seu desempenho.

Então, não se preocupe se você não tiver um timer de cozinha com formato de tomate. Ele pode ser substituído por aplicativos, como o Tomato Time, Pomodoro Time, Pomodoro Keeper, Focus Keeper, entre outros.

Imagem de uma pessoa pensando em quanto faz um planejamento

O bom e velho recurso do despertador também funciona muito bem. Portanto, deixe as desculpas de lado e foque no que mais importa: a finalização das atividades programadas. A execução da técnica pomodoro consiste nos seguintes elementos:

Planejamento Semanal

Marque em uma planilha compromissos fixos. Eles estão relacionados ao que não pode ser adiado.  Distribua as atividades ao longo da semana, de modo que elas sejam realmente realizáveis.

Metas altas demais, além de não serem alcançadas, podem gerar frustração. Portanto, seja racional e conte com imprevistos. Nem todos os dias você conseguirá cumprir o planejado, seja por imprevistos ou por queda na produtividade. E está tudo bem!

Ajuste do cronômetro

Identifique quantas horas são necessárias para executar as tarefas do dia e divida em blocos. Com isso em mente, ajuste um cronômetro, despertador ou app para emitir contabilizar 25 minutos.

Assim que iniciar a primeira atividade, coloque o dispositivo para funcionar. Durante esse tempo, evite interrupções. Evite mexer no celular, olhar e-mail, conversar, atender telefone, entre outras ações que podem desviar do foco.

Pausa de 5 minutos

Quando o cronômetro emitir o sinal de que os 25 minutos foram concluídos, faça uma pequena pausa de 5 minutos. Use esse momento para alongar, ir ao banheiro, checar há mensagens importantes.

Respire, evite desviar dos seus objetivos. Passados os 5 minutos, retome a tarefa e reinicie o cronômetro para mais 25 minutos. Depois, é só repetir esse processo por mais 3 vezes, ou seja, 4 tempos de trabalho e 3 tempos de descanso.

Pausa longa

No quarto tempo de descanso, quando você já tiver concluído 4 sessões de 25 minutos, faça uma pausa mais longa de, aproximadamente, 30 minutos. Coma alguma coisa, medite ou, simplesmente, não faça nada.

Procure não pensar no trabalho nesse tempo. Ele deve ser usado justamente para você recuperar suas energias e relaxar. Finalizada essa meia hora, retome a estratégia inicial e repita a técnica pomodoro quantas vezes forem necessárias ao longo do dia.

Checklist

Assim que terminar o dia, marque na planilha o que foi e o que não foi concluído. Se for necessário, refaça o planejamento do dia seguinte e reorganize o cronograma de acordo com a nova realidade.

Só não se esqueça de que você é ser humano, não um timer em forma de tomate. Não se cobre ou se culpe naquela semana em que as coisas não rendem. Deu ruim? Avalie se você não está criando metas grandes demais para seu perfil.

Aos poucos, você conseguirá ajustar suas atividades, sem precisar acumular um monte de coisas. E o mais importante: saberá associar melhor o tempo e as demandas de trabalho para adequá-los à técnica pomodoro.

Aqui na Blocktime Coworking, a gente tem uma sala de descompressão criada justamente para ser usada nesse momento de pausas. Em um ambiente aconchegante e descontraído, é possível recarregar as energias e dar um up na criatividade.


João Marcos Guirau

Graduado em Arquitetura e Urbanismo pelo SENAC SP, é fundador da Blocktime Coworking e sócio do grupo Blocktime, referência em operação e otimização de escritórios. Entusiasta da economia compartilhada, participa ativamente de grupos relacionados ao tema e adquiriu conhecimento e expertise em arquitetura e design para coworkings, sendo responsável pela gestão operacional dos espaços. Atua, desde 2015 como organizador do Encontro Coworking Brasil e apoiador de muitas das iniciativas relacionadas a este universo, está sempre buscando mais conhecimento sobre novas formas de trabalho, participando frequentemente de conferências internacionais sobre o tema.