fbpx

A Blocktime Coworking está dividida em duas unidades, Coworking Heroes, voltada ao público da economia colaborativa e a Coworking Saúde e Bem-Estar, para os profissionais da área.

Coworking Heroes:
Rua Galeno de Almeida, 188 – São Paulo

Contato:
coworking@blocktime.com.br
+55 11 3055-3400

Nossa sede está a 150 metros do Metrô Sumaré.

Coworking Saúde e Bem-Estar:
Rua Artur de Azevedo, 289 – São Paulo

Contato:
contato@blocktime.com.br
+55 11 3062-5824

Próximo a estação de Metrô Oscar Freire.

PÓS-PANDEMIA: CONHEÇA AS TENDÊNCIAS PARA O FUTURO DO TRABALHO

PÓS-PANDEMIA: CONHEÇA AS TENDÊNCIAS PARA O FUTURO DO TRABALHO

DESDE O INÍCIO DE 2020, A FORMA DE TRABALHAR MUDOU E CONTINUA EM TRANSFORMAÇÃO. O QUE VEM PELA FRENTE?

Do home-office ao trabalho híbrido, a Covid-19 impactou também o dia a dia do escritório. Confira abaixo quais tendências vieram para ficar.

No começo, tudo eram flores. 

Você acordava cedo, tomava café com calma, ia para o chuveiro e dispensava o pijama. No horário certo, você já estava com o notebook aberto, participando de um call no Zoom. Já algumas semanas depois, as coisas não estavam tão… regradas. Aconteceu com você? 🤭

Relatos pessoais à parte, a pandemia impôs um novo modelo de trabalho para muitos: o home-office. Para quem teve o privilégio de continuar trabalhando de casa, suas vantagens e desvantagens foram vivenciadas ao longo de meses (ou até anos).

Até que, no início de 2022, o aparente arrefecimento da pandemia da Covid-19 levou muitos de volta aos escritórios, seja para jornadas diárias de trabalho, seja para outro modelo de trabalho: o híbrido. Nele, dias de home-office e dias de trabalho presencial se intercalam. E é exatamente esta a tendência na qual aponta o futuro do trabalho.

EM PESQUISA DA WORKPLACE INTELLIGENCE ENCOMENDADA PELA WEWORK, O TRABALHO HÍBRIDO ESTÁ EM ALTA

Conduzida para traçar um panorama do trabalho pós-pandemia, a pesquisa cega contou com a participação de 1.000 funcionários C-suite (executivos de alto escalão) e 1.000 não C-suite. 

Confira alguns dos principais destaques abaixo e, se quiser ver o estudo completo, clique aqui.  

  • 64% dos entrevistados que estavam em home-office pagariam pelo acesso a um espaço de escritório.
  • 75% dos entrevistados desistiriam de pelo menos um benefício ou vantagem pela liberdade de escolher seu ambiente de trabalho.
  • 79% dos executivos entrevistados planejam permitir que seus funcionários dividam o tempo entre escritórios corporativos e trabalho remoto, se a natureza do trabalho permitir.
  • 76%  dos executivos entrevistados declararam que provavelmente deixariam os funcionários trabalharem em casa ou em um espaço de coworking com o mesmo salário.

OS FUNCIONÁRIOS GOSTARAM DA IDEIA. E AS EMPRESAS APOIARAM, JÁ QUE MANTEVE-SE A PRODUTIVIDADE.

De um lado, funcionários contam com a conveniência de trabalhar em casa e alcançar um equilíbrio mais saudável entre trabalho e vida pessoal; do lado das empresas, o modelo híbrido demonstrou não afetar a produtividade, à medida que custos podem ser reduzidos mantendo uma infraestrutura de escritório mais enxuta.

Por mais que o home-office seja o queridinho de muitos, a necessidade de um espaço físico para trabalhar ainda se mantém como uma necessidade. Por isso, os coworkings (❤️) caracterizam-se como uma opção para satisfazê-la.

Você gosta do modelo híbrido de trabalho, ou prefere a usual rotina de ir ao escritório todos os dias? Acompanhe os posts daqui do blog da Blocktime e mais novidades sobre este tema!

 

 


João Marcos Guirau

Graduado em Arquitetura e Urbanismo pelo SENAC SP, é fundador da Blocktime Coworking e sócio do grupo Blocktime, referência em operação e otimização de escritórios. Entusiasta da economia compartilhada, participa ativamente de grupos relacionados ao tema e adquiriu conhecimento e expertise em arquitetura e design para coworkings, sendo responsável pela gestão operacional dos espaços. Atua, desde 2015 como organizador do Encontro Coworking Brasil e apoiador de muitas das iniciativas relacionadas a este universo, está sempre buscando mais conhecimento sobre novas formas de trabalho, participando frequentemente de conferências internacionais sobre o tema.